Bem vindo!

Tu que és um andarilho virtual na constante busca pelo conhecimento e diversão, celebre a vida conosco! Junte-se à nossa lareira, venha beber uma taça de vinho ou esfriar-se em uma grande caneca de cerveja, faça novos amigos ou solidifique velhas amizades.

"Sem comer e sem beber ninguém se cobre de glória" (provérbio viking).

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

A Origem do Disco de Vinil

A mais saudosa de todas as mídias de reprodução musical, o disco de vinil  (LP ou long playings) desde sua criação em 1932, marcou por definitivo a indústria fonográfica.

Antes deste período, os discos eram produzidos em borracha, muito frágeis e limitados quanto ao tempo de reprodução (cerca de 4 minutos de cada lado).

Obras de longa duração eram fracionadas em curtos movimentos e comercializadas em coleções dentro de álbuns de papel-cartão, o que deu origem ao termo “álbum”.

O crédito pelo invento vai para RCA Victor, mas não podemos deixar de fora o processo evolutivo que colaborou para tal realização, que vai do sistema de gravação em cilindro por Thomas Edison aos discos com sulcos laterais em espiral de Graham Bell. Da data de seu surgimento ao inicio da década de 1990, o disco de vinil reinou absoluto com suas bolachas de 12 e 7 polegadas de diâmetro, mas ainda hoje, a aqueles que o elegem como a melhor opção audível junto dos aparelhos valvulados.

2comentários:

Ivo Camposdisse...

E realmente os LPs tem mais qualidade que o CD, MP3, MP4 e essas tecnologias... apesar da praticidade de um IPod, MP3, de vc ouvir de graça... do CD tambem por ser pequenininho, mas o LP o som é mais original, natural; o CD por ser compactado acaba cortando certas coisas que não deveriam ser cortadas em generos como rock e blues, por serem generos de raiz, com o instrumento mais natural e naum tecnologico, justamente por serem musicas mais bem trabalhadas, e vc acaba perdendo a qualidade a audição de certos instrumentos de fundo, principalmente com a musica classica, o CD não capta a frequencia. Isso é coisa que a propria Sony que criou o CD admitiu.

Mas apesar disso, eu ainda prefiro o CD por ser mais prático, e a qualidade mesmo sendo inferior, não é nada tão trágico assim que nao valha ter.

Gen Luglidisse...

Lembro-me que uma das bandeiras mais levantadas quando lançaram o CD dizia que o mesmo seria indestrutível e duraria por séculos. Até parece, basta deixar ele numa gaveta por alguns anos e você verá faixas engasgarem, principalmente em aparelho high fidelity como Nakamichi.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...