Bem vindo!

Tu que és um andarilho virtual na constante busca pelo conhecimento e diversão, celebre a vida conosco! Junte-se à nossa lareira, venha beber uma taça de vinho ou esfriar-se em uma grande caneca de cerveja, faça novos amigos ou solidifique velhas amizades.

"Sem comer e sem beber ninguém se cobre de glória" (provérbio viking).

quinta-feira, 31 de março de 2011

Phenomena II: Did It All For Love

Os veteranos que nasceram antes de 1975, vivenciaram um período criativo no mundo da música e da publicidade, os anos 80. Posso dizer que fui um desses privilegiados, pois escutei na integra o lançamento da música “Did It All For Love(1987) da superbanda Phenomena

Na realidade esta preciosidade foi composta pela segunda geração de integrantes, o que resultou na mudança do nome para Phenomena II

O grupo de rock foi criado pelo produtor Tom Galley e tinha por objetivo reunir grandes músicos de renomadas bandas de heavy metal e hard rock, como Ray Gillen (Black Sabbath), Glenn Hughes (Deep Purple), John Wetton (Asia) e Max Bacon (Bronz). 

O álbum mais famoso da banda é sem dúvida Dream Runner, haja vista que leva em seu repertório o hit supracitado.

video
No Brasil a música se tornou o principal hino das propagandas do cigarro Hollywood, cujo slogan era “Isto é Hollywood, o Sucesso”. Óbvio que o reclame tinha elementos muito atrativos para iniciar novos fumantes: uma música maravilhosa culminado com pessoas bonitas praticando esportes radicais em ambientes paradisíacos. Quem não gostaria de fazer parte de tudo isso?

video

A Hungria da Magia

A Ponte das Correntes em Budapeste
É possível vivenciar a singularidade milenar da cozinha húngara em pequenos elementos, que vão das encostas cobertas de vinhas Tokaj e Badacsony ao museu da gastronomia em Budapeste (Vendéglátó Ipari Múzeum). 

Desta forma, a Cidade das Cavernas (apelido dado a Budapeste devido seu extenso labirinto subterrâneo de cavidades rochosas) representa a capital nacional da alta gastronomia e da confeitaria húngara, revelando ingredientes fundamentais da culinária, como a páprica, o principal condimento do goulasch, um tradicional guisado do país. 

A capital da Hungria também é procurada por seus revigorantes banhos termais, que serviram de inspiração para o antigo nome da cidade, Aquincum (do celta, “água abundante”), inserida na província de Panônia, remotamente dominada pelo Império Romano. 

Tokaj: O renomado vinho húngaro
O anoitecer enluarado refletido sob as águas do Danúbio convida os casais para um romântico passeio, musicado pelas orquestras ciganas e saciado por deliciosos restaurantes. 

A czárdás é a maior expressão folclórica da dança húngara e o Dia de St. Stephen, uma das festividades mais antigas.

quarta-feira, 30 de março de 2011

Galinhas: Nossas Amigas Penosas

Cena da animação stop-motion "A Fuga das Galinhas"
Sem dúvida as aves mais consumidas em todo o mundo, muitas vezes procuradas por seu baixo teor de gordura e alto índice proteico, o que as tornam ótimas para dietas de emagrecimento.

A versatilidade gastronômica deste alimento lhe confere um receituário quase impossível de ser catalogado, entretanto, são especialidades como o Coq au Vin (Galo ao Vinho), o Murgh Tandoori (Frango Tandoori), o Gentse Waterzooï Van Kip (Cozido de Frango Belga), a Paella Valenciana, o Çerkes Tavügü (Frango Circassiano), o Kuong Pao Tsi Ding (Frango Xadrez), a Kotopitta (Torta Folhada de Frango e Queijo Feta), o Pollo Alla Cacciatora (Frango à Caçadora), o Paprikáscsirke (Frango com Páprica), a Canja de Galinha, a Galinha ao Molho Pardo, o Arroz de Cabidela, o Frango à Passarinho, e o pitoresco Frango Assado com Farofa, que posicionam esta iguaria penosa no patamar das mais apreciadas em todo mundo.

Beer Can Chicken: método "redneck" de preparar um frango na churrasqueira

GALINÁCEOS E SUAS DIFERENÇAS

O frango adulto é o mais comercializado, possui boa quantidade de carne (geralmente pesa entre 1,5 kg a 2 kg), apta para guarnecer uma refeição familiar.

O galeto é excelente quando assado ou grelhado, por possuir carne jovial (abate realizado com 8 a 10 semanas de vida, com a ave pesando entre 800 g a 900 g), suficiente para alimentar duas pessoas. 

O galo ou frango capão (castrado com dois meses de idade) são boas opções para preparações que exijam abundância e maciez. 

O frango de leite é o mais prematuro (abatido entre 4 a 6 semanas de vida, pesando aproximadamente 500 g), sendo ideal para uma porção individual.

Para aqueles que buscam carnes orgânicas, distante da confinação, dos antibióticos e rações das modernas granjas, o frango caipira (em geral, pesa entre 1,25 kg a 1,50 kg) é o mais indicado, pois traz consigo sabor da tradicional cozinha rural.

Quando escolher o frango fresco, procure observar se o mesmo tem consistência macia e pele clara, entre o amarelo e o branco. Cuidado com os frangos re-congelados vendidos nos supermercados, a tendência deles é desmancharem quando preparados em guisados ou ensopados.

Coronel Sanders, fundador do KFC
Agora, se você é um vegetariano como o Moby, veja no vídeo clipe da música "Disco Lies" o que o músico gostaria de fazer com o Coronel Harland Sanders, símbolo da rede de fast food KFC (Kentucky Fried Chicken) ou quem sabe com qualquer pessoa apta em degustar um bom franguinho frito.

video

Jipe no Paredão de Terra

video

Se pudesse resumir este video em poucas palavras seria: "Paredão de terra? Sem problemas!" Com vocês mais uma filmagem que desafia as habilidades automobilísticas do homem, bem como a tração do veículo.

Playlist: Introspecção

Introspecção por Patrick Desmet
Há momentos que imprescindível ouvirmos o clamor de nossas almas, para refletirmos acerca de nossa condição humana, ou apenas, reservarmos um tempo em silencio, buscando solucionar alguns "porquês" de nossa vida mundana. Essa nova playlist é reservada para seu espaço, não abra mão dele.

20 MÚSICAS DE INTROSPECÇÃO (PLAYLIST)

1. Alison Goldfrapp - Lovely Head
2. Depeche Mode - Enjoy the Silence
3. Simon and Garfunkel - Sound Of Silence
4. Paul Bushnell - Revolving
5. Ustad Sultan Khan - Aja Maji
6. Pink Floyd - Learning To Fly
7. Radiohead - High and Dry
8. The Alan Parson’s Project -  Eye In The Sky
9. Loreena Mckennitt - Tango To Evora
10. Sarah Brightman - Deliver Me
11. Tricky & DJ Muggs - Contradictive
12. Nomadix - Shura Lyia
13. The Smashing Pumpkins - Disarm
14. Cocteau Twins - Eyes Are Mosaics
15. Daft Punk - Veridis Quo
16. Dead Can Dance - Ariadne
17. Deep Forest - Desert Walk
18. October Project - Wall Of Silence
19. Bruce Springsteen - Streets Of Philadelphia
20. Bat For Lashes - Horse and I

    terça-feira, 29 de março de 2011

    Internet: Use com Moderação

    video
    Quando recebemos um e-mail do IT (Departamento de Tecnologia) ou do RH (Recursos Humanos), expondo a forma correta de utilização da Internet no ambiente de trabalho, é justamente para evitar o que esta no vídeo acima. Hilário pra não dizer: “aí que vergonha do meu compadre”.

    segunda-feira, 28 de março de 2011

    M.C. Escher: Um Mundo de Perspectivas

    Gostaria de compartilhar com todos deste blog as realizações de um artista que me inspirou bastante nos meus tempos de Escola Panamericana de Artes, o enigmático Mauritis Cornelis Escher (1898-1972), ou simplesmente M.C. Escher

    Nascido na Holanda, tornou-se muito conhecido por confundir a mente das pessoas com obras que você não sabe bem aonde é o começo e o fim, a citar a famosa litografia das escadarias, chamada “Relatividade” (1953).

    O caminho da arte da ilusão para este fabuloso artista iniciou-se em 1922, após deixar a Escola de Arquitetura e Artes Decorativas, na qual foi estimulado pelas técnicas do mestre S. Jessurun de Mesquita na gravura artística.

    A primeira litogravura do artista surgiu apenas em 1929 e, em 1931, Escher ousou iniciar a xilogravura em seu acervo.
     
    Relatividade, litogravura, 1953 (28x29cm)
    Para Escher, a representação gráfica de uma obra estava dividida em duas fases, rigorosamente distintas uma da outra. Sendo a primeira fase a busca de uma norma visual que transmita, de maneira transparente, a linha do pensamento. Algo que nas palavras do artista era muito difícil concretizar com perfeição, pois o que o espirito exprime muitas vezes entra em choque com o que vemos.

    Queda d'água, litografia, 1961 (38x30cm)
    Em 1946, M.C. Escher tem seu primeiro contato com a antiga técnica da raspagem (mezzotinto), ficando vislumbrado com os tons aveludados de cinza-escuro e preto, porém, era algo que despendia tempo e paciência do artista, o que resulto em sete gravuras raras, a última produzida em 1951. Particularmente nesta técnica, eu admiro a obra “Gota de Orvalho” (1948).

    Gota de orvalho, mezzotinto, 1948 (18x24,5cm)
    Bom, finalizo aqui minha matéria mas sem findar a eterna admiração por este fantástico artista. Espero de coração que com o pouco que escrevi desperte o mesmo interesse em vocês.

    Répteis, litografia, 1943 (33,5x38,5cm)

    Playlist: Arrebentação

    A arrebentação das ondas é um fenômeno hipnotizante, que revela a força do mar precedendo a calmaria. Fiquei meditando em uma playlist que traduzisse tais condições em música, eis o que criei para meus colegas surfistas e admiradores do oceano, presentes na Taverna do Peregrino.

    20 MÚSICAS DE ARREBENTAÇÃO (PLAYLIST)
    1. Fatboy Slim - Push and Shove
    2. Lenny Kravitz - If I Could Fall In Love
    3. P.O.D. - Youth Of The Nation
    4. Colin Hay Band - Into My Life
    5. Santana feat. Rob Thomas - Sunshine Of Your Love
    6. Natural Calamity - Dark Water & Stars
    7. Sashamon - Jah Roots
    8. Dire Straits - So Far Away
    9. Sly Dunbar - Sun is Shining
    10. ZZ Top - Doubleback
    11. Spy vs. Spy - All Over The World
    12. U2 - Dancing Barefoot
    13. Jack Johnson - Holes To Heaven
    14. Billy Idol - Sweet Sixteen
    15. 311 - Love Song
    16. Finley Quaye - Even After All
    17. Queens Of The Stone Age - Go With The Flow
    18. Moby - Flower
    19. Red Hot Chili Peppers - Californication
    20. Pearl Jam - Even Flow

      Carne de Sereno

      Carne de sereno (ou frescal) com pinhão assado
      Carne-de-sol todo bom brasileiro já ouviu falar, mas é Carne de Sereno

      Trata-se de mais uma daquelas receitas que encontramos pelo interior deste País (principalmente no Sul e Sudeste), preparadas com peças de carne bovina (alcatra, contrafilé, ponta de peito, lagarto ou picanha). Os contadores de causos acreditam que poder místico da noite é absorvido pela iguaria, tornando-a mais pura e nutritiva. 

      Ficou imaginando como seria o preparo? Existe um método bem simples, basta passar uma boa quantidade de sal grosso por toda a carne (3% do peso do corte) e posteriormente, deixá-la  pendurada em um local aberto para pegar bastante sereno durante a noite (dentro da cidade só irá pegar poluição), sem esquecer de protegê-la das moscas. O processo fará com que a carne elimine líquido até o amanhecer.

      Pela manhã, retire o excesso de sal da carne e corte-a em fatias para serem grelhadas, na churrasqueira ou mesmo na frigideira com um pouco de manteiga.

      Em muitas cidadezinhas da Serra Catarinense a dita carne de sereno é conhecida como frescal, e pode ser inclusive preparada com carne de ovelha e embutidos.

      domingo, 27 de março de 2011

      Argentina: Um Pedaço da Europa

      Do sensual tango ao competitivo futebol, a Argentina revela sua marcante presença no mundo com ícones populares sempre lembrados, a citar o polêmico Maradona, a reverenciada Evita Perón, o revolucionário Che Guevara e o aclamado Carlos Gardel.

      Acredito que a palavra “vegetarianismo” para os argentinos, deve ser considerada inexistente, pois a parrillada é cultuada como paixão nacional. Trata-se de um churrasco dos Pampas, preparado com miúdos, embutidos e suculentas carnes sob uma grelha a vinte centímetros do braseiro. 

      Dentre outras receitas famosas, é possível degustar o matambre, as empanadas, o cozido criollo, o chimichurri, a mazamorra, os alfajores e o dulce de leche (hummmmm). 

      Buenos Aires
      Buenos Aires representa a capital federal do país, deixar-se levar por esta metrópole é experimentar sua sedutora vida noturna, que vai do histórico ao vanguardista. 

      Mendonza é a cidade pioneira na produção de vinhos, panoramicamente, um verdadeiro tapete verde de parreiras, responsável por elevar a indústria vinícola argentina ao patamar de quinta maior produtora do mundo, tendo como principais produtores: Família Zuccardi, Bodega Benegas, Bodega Norton, Domínio Del Plata, Febre Montmayou, Terrazas de los Andes e Catena Zapata

      A imigração alemã e suíça em Bariloche, fez da cidade, a referência latina para os esportes na neve, revelando também, uma gastronomia condizente com o clima dos picos gelados, ao dispor à mesa a tradicional tábua de defumados patagônicos, uma deliciosa fondue e muito chocolate quente.

      Patagonia
      Deliciosos restaurantes, confortáveis hotéis, magníficas livrarias e uma arquitetura que mais parece um pedaço da Europa, tornam a Argentina, uma rota turística fundamental na América do Sul.

      Rusty Nail

      Já chupou prego enferrujado? Com certeza não deve ter um sabor muito bom, mas esse drinque que leva o mesmo nome garanto que será bem melhor. 

      A origem do Rusty Nail não poderia ser outra, senão escocesa, já que em sua composição há Drambuie e o tradicional uísque da terra natal dos highlanders.

      O nome originou-se do resultado da combinação de cores de ambas bebidas.



       Rendimento: 01 pessoa

      Ingredientes
      • 1 dose e ½ de uísque escocês (75 ml)
      • 1 dose de licor Drambuie (50 ml)
      • Gelo a gosto
      Acessório
      •  1 copo de cocktail

      Modo de Preparo
      1. Coloque no copo os cubos de gelo, o uísque e, por cima, despeje lentamente o licor Drambuie, sem mexer. Sirva em seguida.

      sábado, 26 de março de 2011

      Fettuccine Alfredo

      A receita foi imortalizada em Roma por Alfredo di Lello durante a década de 1920.

      O creme de leite fresco é essencial para o preparo desta especialidade italiana, haja vista que o referido laticínio pode levantar fervura sem perder consistência, além de conferir leveza e sabor único. Se optar por um vinho, deixo como sugestão o Pinot Noir.


      Rendimento: 02-03 pessoas

      Ingredientes
      • 250 g de fettuccine seco
      • 02 colheres (sopa) de manteiga (40 g)
      • 02 colheres (sopa) de salsinha fresca bem picada (20 g)
      • ½ colher (sopa) de sal
      • 01 xícara (chá) de creme de leite fresco (240 ml)
      • 01 xícara (chá) de queijo parmesão ralado fino (80-100 g)
      • Sal e pimenta-do-reino moída na hora a gosto

      Modo de Preparo
      1. Em uma panela grande ou caldeirão, despeje água suficiente para o cozimento da massa e adicione o sal. Deixe levantar fervura para então acrescentar o fettuccine e cozinhe por aproximadamente 8 minutos ou até ficar al dente. Escorra a massa e reserve-a.
      2. Enquanto a massa estiver em cozimento, aqueça a manteiga em fogo brando numa panela à parte. Junte o parmesão, o creme de leite fresco e deixe ferver, mexendo constantemente até obter um molho levemente espesso. Adicione a salsinha, a pimenta-do-reino e corrija o sal.
      3. Envolva o molho na massa e sirva em seguida. Se desejar, decore o centro do prato com um galhinho de manjericão.

      Arroz: Uma Breve História do Grão

      O arroz representa a base da alimentação de quase metade da população mundial, sendo cultivado em 112 países, onde cada qual, o prepara segundo seus moldes culturais, como o risotto na Itália, o pulao na Índia, o pilaf no Oriente Médio, a paella na Espanha, o gohan no Japão e o arroz branco no Brasil. 

      Historiadores acreditam que o fruto da família das gramíneas surgiu na Ásia há cerca de 7.000 anos, não é a toa que o continente provê quase 90% da produção de arroz de todo o mundo. 

      Foi através da lingua árabe que portugueses e brasileiros herdaram o nome do grão, "arruz", como era chamado no princípio e até hoje em alguns lugares do Sul de Portugal.

      Arrozal na Indonésia
      No Brasil o arroz comum é classificado em tipo 1 e tipo 2, sendo o primeiro com maior percentual de grão inteiros do que o segundo. Há ainda outras variedades de arrozes encontrados em supermercados e empórios brasileiros, como o arbóreo, o basmati, o californiano, o integral, o parboilizado e o patna. Ao contrario do que muitos pensam, o arroz selvagem, apesar do nome, não é considerado da mesma família.
       
      Pensar que o grão apenas pode ser preparado cozido é um tremendo engodo, pois figura como principal ingrediente de algumas bebidas fermentadas, dentre elas o saquê e determinadas cervejas, além de ser empregado na fabricação de vinagre, doces, biscoitos, bolos e mingaus.

      Não poderia deixar de mencionar uma sobremesa feita com o  referido grão que eu adoro, o arroz doce, mas também conhecido como arroz con leche (Espanha) ou roz bi halib (Líbano).

      A Bahia do Dendê

      Elevador Lacerda
      Ao descer pelas ladeiras da primeira capital brasileira (de 1549 a 1763), é possível sentir o embriagante aroma do azeite-de-dendê, proveniente do caldeirão da baiana, a qual vende em seu tabuleiro, deliciosos acarajés, abarás, efós, carurus, vatapás, mungunzás, cocadas e quindins, vertentes da miscigenação africana e portuguesa. 

      Iguarias que se fundem às oferendas do candomblé, revelando uma cozinha essencialmente rendida ao sincretismo religioso afro. 

      Roda de Capoeira
      Considerado alegre e receptivo, o povo baiano mostra que tais qualidades são amplificadas nas festas populares, como a micareta e o carnaval. O som do berimbau convida o visitante a vislumbrar uma autêntica roda de capoeira, mas se a fome surgir nesse ínterim, aprecie um saboroso bobó de camarão, bebericando o famoso licor de jenipapo.

      Praia do Espelho
      Se ainda estiver em Salvador, deguste o caldinho de lambreta em um tradicional restaurante do Mercado Modelo, após isso, contemple dois patrimônios históricos da Bahia, o Elevador Lacerda e o Pelourinho (com mais de 800 casarões dos séculos XVII e XVIII, além de museus e igrejas). 

      Chapada Diamantina
      O que poucos sabem, é que além da gastronomia, do belíssimo recôncavo, das celebrações e da riqueza barroca, a terra do saudoso escritor Jorge Amado, vem ganhando espaço internacional na fabricação de charutos, alguns deles muito bem cotados, com notas equivalentes aos grandes cubanos e dominicanos. Já no turismo histórico e aventureiro, merecem destaque o Roteiro Internacional Trilhar na Chapada Diamantina, a Costa do Dendê e a Rota das Aldeias.

      sexta-feira, 25 de março de 2011

      Marionete & Violão

      Eis uma simpática apresentação de um programa da televisão francesa, o Le Plus Grand Cabaret Du Monde que mostra uma pequena marionete de espuma em um tradicional espetáculo circense entoado pelo alegre som do violão. Com vocês, Le Petit Bonhomme en Mousse, de Patrick Sébastien.

      video

      quinta-feira, 24 de março de 2011

      Playlist: Provocação

      Obra de Gil Elvgren
      Um quarto à meia luz, culminado com um instigante perfume soprado pela brisa da noite, fez da silhueta que se contorcia em ritmados movimentos sensuais, a tradução gestual da música que você ouvia, lhe trazendo à memória a palavra “provocação”. Esta playlist será apenas um dos elementos necessários para provocar os desejos mais primitivos que teu corpo abriga.

      20 MÚSICAS DE PROVOCAÇÃO (PLAYLIST)

      1. Grace Jones - I’ve Seen That Face Before [Libertango]
      2. Bryan Ferry - Slave To Love
      3. Terence Trent D'arby - Sign Your Name
      4. Joe Cocker - You Can Leave Your Hat On
      5. Lunar Click - A Forrest
      6. The Cardigans - Erase and Rewind
      7. Tito & Tarantula - After Dark
      8. Hednoize - Loaded Gun
      9. Serge Gainsbourg & Jane Birkin - Je t'aime… Moi Non Plus
      10. Sade - Your Love Is King
      11. Duran Duran - Come Undone
      12. Prince - Kiss
      13. Finley Quaye - Much More Than Much Love
      14. Morcheeba - Slow Down
      15. Faith No More - Stripsearch
      16. Portishead - Glory Box [Woman]
      17. Alannah Myles - Black Velvet
      18. Seal - Crazy
      19. Enigma - Sadness
      20. Depeche Mode - The Love Thieves

        Arremesso de Bêbado

        video
        Aqui vai uma alternativa engraçada para enxotar de forma pacífica, aquele bêbado que está tomando espaço em sua festa na piscina.O lance engenhoso está mais para uma armadilha ACME que o Coyote tenta aplicar no Papaléguas (Road Runner).

        Steak au Poivre

        O Steak au Poivre (ou Filet au Poivre) é o grelhado mais típico servido em autênticos bistrôs franceses. Há ainda uma versão preparada com pimenta verde que recebe o nome de Steak au Poivre Vert. Como sugestão de acompanhamento, sirva-o com um delicioso risoto, batatas sautée ou arroz branco. Se resolver abrir um vinho, minha recomendação é que seja um Shiraz australiano ou Syrah francês.


        Rendimento: 04 porções

        Ingredientes
        • 04 bifes de filé mignon com aproximadamente 1,5 cm ou 2 cm de espessura
        • 02 cebolas médias picadas
        • ½ xícara (chá) de conhaque de boa qualidade (120 ml)
        • 03 colheres (sopa) de manteiga (36 g)
        • 02 colheres (sopa) de grãos de pimenta-do-reino quebrados
        • Sal a gosto

        Modo de Preparo
        1. Tempere os bifes com os grãos de pimenta-do-reino, apertando bem para que penetrem na carne.
        2. Numa frigideira em fogo alto, aqueça bem a manteiga e frite os bifes por cerca de 30 segundos de cada lado. Abaixe o fogo e deixe fritar durante mais 2 minutos de cada lado. 
        3. Tempere os bifes com sal e conserve quente em uma travessa própria para ir à mesa.
        4. Refogue a cebola por 5 minutos aproximadamente, na manteiga remanescente da fritura dos bifes. 
        5. Junte os bifes à cebola, despeje o conhaque, incline ligeiramente a frigideira para que se acenda, flambando a carne. Espere a chama acabar e sirva em seguida.

        quarta-feira, 23 de março de 2011

        Casey Heynes: O Herói Anti-Bullying

        Bullying é coisa séria, mas não poderia deixar de exaltar a reação de um garoto australiano de apenas 16 anos, chamado Casey Heynes. Cansado de ser molestado com sopapos na cara e escárnio, resolveu revidar ao estilo Zangief, um clássico personagem do aclamado jogo eletrônico Street Fighter II.

        video
        O golpe da desforra foi digno de um autêntico lutador de wrestling, que nas mãos talentosas de algum editor de video, tornou-se algo memorável para assistir e rir muitas vezes. Com vocês, o herói anti-bullying, Casey Heynes.

        O Swing do Pássaro

        video
        Quem disse que os animais não exteriorizão emoção como os humanos? Este vídeo comprova que um pássaro pode sentir a vibração de uma frenética música de Ray Charles e ainda coreografar uma dança ritmada.

        Playlist: Rock On The Road

        Bandoleiros desregrados ou aventureiros destemidos? Enfim uma playlist para os roqueiros errantes que percorrem estradas com suas motocicletas e carros surrados, unidos pelo autêntico rock'n'roll. Nesta seleção há músicas que trazem a calmaria de uma estrada deserta ao agito de uma estrada esburacada.

        20 HITS DE ROCK PARA OUVIR NA ESTRADA (PLAYLIST)
        1. America - Ventura Highway

        2. George Thorogood and the Destroyers - Bad to the Bone
        3. ACDC - Back in Black
        4. Foghat - Slow Ride
        5. Creedance Clearwater Revival - Hey Tonight
        6. Deep Purple - Highway Star ['97 Remix]
        7. Black Sabbath - Paranoid
        8. Dire Straits - Sultans Of Swing
        9. Don Felder - All Of You
        10. Fleetwood Mac - Don't Stop
        11. Harry Nilsson - Everybody's Talkin'
        12. Led Zeppelin - Rock and Roll
        13. Santana feat. Gavin Rossdale - Bang A Gong [T-Rex Cover]
        14. The Doors - Roadhouse Blues
        15. Thin Lizzy - The Boys Are Back In Town
        16. ZZ Top - Gimme All Your Lovin'
        17. Steppenwolf - Born To Be Wild
        18. Black Rebel Motorcycle - Red Eyes And Tears
        19. Boston - Foreplay, Long Time
        20. Chingon - Fideo Del Oeste

          Austrália Indômita

           A música “Down Under do grupo Men At Work, já revelava uma famosa especialidade australiana, o Vegemite Sandwich, que por sinal não está isolada no vasto receituário da terra dos bumerangues, pois divide espaço com outras delícias, como o Barbie Roast Leg of Lamb (Pernil de Cordeiro Assado), o Pocket Steak Melbourne (Bife à Moda de Melbourne), o Lamingtons (Bolo de Lorde Lamington), o Queensland Grill (Grelhado à Moda de Queensland), o Jackeroo Chops (Costeletas Rancheiras), o Peach Melba (Pêssego Melba) e o Billy Tea (Chá do Outback). 

          Grande parte da população deste paraíso formou-se com imigrantes do Reino Unido, tendo como parcela minoritária os aborígenes, nativos responsáveis pela cozinha selvagem do Outback.
          Placa indicando travessia de cangurus em Outback
          A peculiar geografia australiana conferiu-lhe respeitável renome internacional, graças às belíssimas praias propícias a prática do surf e aos animais somente encontrados no país, como os cangurus, coalas e wallabees
          Opera House em Sydney
          O solo e as condições climáticas fizeram da Austrália uma referência na produção de vinhos do Novo Mundo. Sydney, é a cidade mais populosa da Austrália, detém o principal cartão postal construído pelo homem, a Opera House

          Tacking Point em Sydney
          O que poucos sabem é que um saboroso fruto seco muito utilizado na gastronomia internacional chamado macadâmia, tem sua origem no país do ator Paul Hogan (conhecido mundialmente por protagonizar o filme Crocodilo Dundee).

          terça-feira, 22 de março de 2011

          Robalo na Manteiga com Alcaparras

          O Robalo na Manteiga com Alcaparras é um tradicional prato de bistrôs e cozinhas do estilo gastropub

          Trata-se de um peixe de água salgada de carne firme e clara, com sabor delicado, contrapondo ao robusto paladar das alcaparras na manteiga.

          Recomendo como acompanhamento batatas coradas ou um purê de batatas feito com leite e manteiga.

          No campo do vinho, sugiro para acompanhar o prato um Pinot Blanc alsaciano ou um Riesling seco.





          Rendimento: 04 porções

          Ingredientes
          • 04 filés de robalo com pele
          • 04 colheres (sopa) de alcaparras escorridas
          • 04 colheres (sopa) de farinha de trigo (30 g)
          • 02 colheres (sopa) de manteiga (24 g)
          • 01 colher (sopa) de azeite de oliva extravirgem (15 ml)
          • 02 colheres (sopa) de salsinha fresca bem picada
          • ½ colher (chá) de açúcar
          • Sumo de 1 limão
          • Sal a gosto 

          Modo de Preparo
          1. Tempere os filés de robalo com sal (utilize pouco sal, pois as alcaparras são salgadas) e passe-os na farinha de trigo.
          2. Numa frigideira em fogo brando, aqueça a manteiga com o azeite de oliva e frite os filés enfarinhados com a pele voltada para baixo, por aproximadamente 5 minutos ou até que a superfície fique crocante.
          3. Vire os filés com o auxílio de uma espátula e frite por mais 3 minutos ou até estarem cozidos. Reserve-os em uma travessa aquecida. 
          4. Na mesma frigideira, coloque as alcaparras, o sumo de limão, o açúcar. e a salsinha picada. Mexa bem até aquecer. Despeje o molho sobre os filés e sirva em seguida.

          La Gioconda na Gordura

          Para os fãs da "Junkie Art" (arte feita com materiais descartáveis), eis a obra prima de Leonardo Da Vinci reproduzida com a gordura de dezenas de hambúrgueres. Sem dúvida uma critica ao baixo valor nutricional dos fast foods e o mal que causa a sociedade.

          video
          Os gordurosos hambúrgueres utilizados na pintura foram fornecidos pela rede de lanchonetes Arby's, tornando-se tinta nas mãos de Phil Hansen, o artista que denominou sua façanha de Burger Grease Art.

          A Grécia dos Legados

          O belíssimo luar em Santorini
          Berço do pensamento filosófico, das Olimpíadas e do termo “gastronomia”, a Grécia deixa para a humanidade, legados de proporções homéricas, absorvidos no cotidiano de inúmeros países. 

          A saudável cozinha mediterrânea, embalada pelo tsiftetéli (a dança do ventre grega), regada ao Ouzo (um típico licor aromatizado com anis) e agregada às oliveiras, sintetizam de forma rudimentar esta apaixonante cultura. Contudo, nem só dos frutos do mar compõem-se a gastronomia grega, os frutos da terra como a carne de carneiro, a carne suína, o mel, as cerejeiras, os vinhedos, os roseirais e os grãos, são fundamentais para o deleite grego, bem como a estrondosa cerimônia da quebra de pratos, que expressa o profundo desapego aos bens materiais e o prazer pela comida.

          Mykono
          Dentre as especialidades gregas destacam-se a Metaxa (bebida oriunda de Atenas), o Tzatzíki (Molho de Iogurte com Pepino), o Galakto-Boúreko (Bolo de Leite), o Stifádo (Guisado de Carne com Cebolas), o Poutínga (Pudim de Pão), o Pastítsio (Macarrão de Forno com Carne Moída), o Kouloúria (Anéis de Gergelim), a Fasoláda (Sopa de Feijão), o Tsouréki (Pão de Páscoa), as Sardéles Lemonátes (Sardinhas com Molho de Limão), o Sikoméda (Bolo de Figo Fresco), o Gyros (o original Churrasquinho Grego) e o renomado Moussaka.

          Rethymnon em Creta
          A conexão dos gregos com a comida se estende à mitologia, pova disto é Dionísio (do grego Διώνυσος ou Διόνυσος), o deus do vinho, responsável por instruir os mortais no cultivo da parreira, e por incutir a idéia que o vinho aproxima o homem da divindade.

          Acrópolis

          A Grécia Antiga também deu origem ao vegetarianismo, tendo como “pai” o célebre filósofo e matemático Pitágoras. A sociedade moderna também tem outra dívida com a Grécia, afinal, as padarias nos moldes de estabelecimentos comerciais públicos, são de origem grega.

          Santorini
          Diante de tentadoras descobertas, será difícil seguir o pensamento preconizado pelo filósofo grego Epicuro: alimentar o corpo, mas sem extravagâncias.

          segunda-feira, 21 de março de 2011

          Movie Playlist: Vampiros Sedutores

          Rodolfo Valentino em um clássico
          Nunca os vampiros estivem tão em moda como atualmente, graças à releitura adolescente de filmes e seriados como Crepúsculo e The Vampire Diaries. Particularmente, acredito que os vampiros perderam aquela aura misteriosa e sensualidade adulta que havia em algumas películas, sendo assim, resolvi compartilhar uma movie playlist dos melhores filmes do gênero (pelo menos em minha opinião) sem a presença de pivetes. A seleção não contempla os antigos clássicos protagonizados por Bela Lugosi e Christopher Lee, mas creio que agradará muitos cinéfilos. Vá à locadora (virtual ou física), alugue alguns títulos e convide sua namorada (o) para uma noite aterrorizante. É um ótimo pretexto para fazer um delicioso balde de pipoca e assistir juntinhos embaixo do edredom.

          Anne Rice escreveu uma obra prima
            
          10 FILMES DE VAMPIROS SEDUTORES
          (MOVIE PLAYLIST) 

          1. Entrevista com o Vampiro (Interview with the Vampire) - 1994
          2. Drácula de Bram Stoker (Bram Stoker’s Dracula) - 1992 
          3. The Vampire Conspiracy (The Vampire Conspiracy) - 2007 
          4. Um Drinque no Inferno (From Dusk Till Dawn) - 1996
          5. Drácula 2000 (Dracula 2000) - 2000
          6. A Hora do Espanto (Fright Night) - 1985
          7. Vampiros do Deserto (The Forsaken) - 2004 
          8. Fome de Viver (The Hunger) - 1983 
          9. Vlad (Vlad The Impaler) - 2005 
          10. Vampiros de John Carpenter (Vampires) - 1998

            Hubless Motorcycle: O Futuro das Motos


            O futuro deve estar mais perto do que imaginamos, pelo menos em conceito estético não há dúvidas. Neste vídeo você verá uma motocicleta ao estilo monster chopper com rodas sem cubos ou raios, categorizada como Hubless Motorcycle. Além de beleza, a inovação traz redução de peso, redução de estresse estrutural, redução de vibração e direção mais precisa.

            video

            Ice Cream Soda

            Quem diria que a receita do nostálgico Ice Cream Soda aconteceu por acaso, precisamente numa exposição realizada na Filadélfia em outubro de 1874. 

            O pai da criação, o norte-americano Robert M. Green, havia ficado sem gelo para seus refrigerantes, então, resolveu inovar utilizando sorvete de baunilha no intuito de gelar as bebidas gaseificadas e com isso dar continuidade no evento.


            Rendimento: 02 pessoas

            Ingredientes

            • 04 bolas de sorvete de creme
            • 04 colheres (sopa) bem cheias de chantilly
            • 01 lata de soda limonada (particularmente prefiro a Soda Limonada Antarctica)
            • 04 colheres (sopa) de cobertura de chocolate para sorvetes
            • 02 cerejas ao maraschino
            Acessórios

            • Mixer de mão ou liquidificador (apenas utilize o botão pulsar)
            • 02 copos largos e altos ou 02 taças de milkshake

            Modo de Preparo

            1. Disponha no fundo do copo a calda de chocolate e reserve.  Numa pequena jarra, coloque o sorvete de creme, o refrigerante e bata rapidamente com o mixer de mão a fim de evitar que o gás da bebida escape. 
            2. Distribua o líquido batido de maneira harmoniosa nos copos. Adicione por cima, o chantilly, as cerejas e sirva com canudinhos.
            Jovens compartilhando um Ice Cream Soda em 1952
              Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...